pages

Wednesday, July 23, 2014

chicken roulade, a.k.a. first post

This is Lulu speaking!

First of all, a disclaimer: I'm not a serious cook. I'm not a chef and my knowledge of food does not go beyond (some) traditional Portuguese food and that acquired through the binge watching of six seasons of Masterchef Australia in around one year. So don't expect me to be an expert about sous vide times or how to emulsify stuff and do fancy sauces; I do this for fun and by instinct, and nothing else.

---

Daqui fala a Lulu!

Antes de mais, um esclarecimento: eu não sou cozinheira a sério. Não sou chef de cozinha e o meu conhecimento sobre comida só chega a (alguma) cozinha tradicional Portuguesa e ao conhecimento que se adquire quando se vêem seis temporadas do Masterchef Australia em menos de um ano. Por isso, não esperem que eu vos saiba dizer tempos para o sous vide ou como fazer emulsões e molhos chiques; eu faço isto pela piada e por puro instinto, e o resto é treta.


[EN]

(serves two — three small roulades)

Ingredients:

# chicken fillets or breasts (if you choose the fillets, make sure they're large enough to go around themselves with the filling; if not, you can use two small fillets for each roll);
# 150g of mozzarella cheese (a packet);
# 4 prunes;
# 1 tablespoon of pesto sauce (just be hardcore and buy it in a jar, I forgive you);
# 1 teaspoon of minced garlic (also comes in jars, just saying!);
# basil leaves to taste;
# lemon juice;
# salt and pepper;
# olive oil.


Preparation: 

Chop the mozzarella ball into small cubes and set it aside in a medium bowl. Chop the prunes finely and add to the cheese, together with the pesto and the garlic. Add the (also chopped) basil leaves and sprinkle with lemon juice (to taste). Mix it all while dancing through the kitchen (it doesn’t work as well if you don’t dance).

Cover your board (or whatever surface tickles your fancy) with plastic wrap and place the chicken fillet on it. If it’s too thick, you can get some free therapy and smash it a bit with a hammer. Don’t be too violent — it’s just enough to make it even, so that it can cook like it’s supposed to. Season lightly with salt and pepper (remember the filling, and how it’ll add a burst of flavor). 

Place the filling in the middle of the steak, in a way that allows you to roll the meat over. When you’re satisfied with the amount, use the plastic wrap to roll the fillet over itself and close it by wrapping so much plastic around it that you’ll feel like Spider Man on steroids. In the end, you should be able to roll the sides and have the meat wrapped very tightly, almost like a sausage. Tie knots on the sides to make sure the roulade doesn’t fall apart while it’s in the water. 

Bring a small pot of water to the boil and when it’s on a light simmer, put the roulades in. Boil for 18-20 minutes (make sure all of them are covered) and take them out. If you’re going to serve them right away, just make sure they’re dry before you put them in an oiled pan to brown on all sides. 

Serve with a salad. Or with rice. Or potatoes. Whatever makes you happy. 

——

[PT]

(serve duas pessoas — três roulades pequenas)

Ingredientes:

# bifes ou peitos de frango (se escolherem os bifes, tenham atenção ao tamanho e vejam se permite enrolar sobre si, mesmo com o recheio. Se não der, podem optar por usar dois bifes, ligeiramente sobrepostos);
# 150g (um pacote) de mozzarella;
# 4 ameixas secas;
# 1 colher de sopa de molho pesto (sejam hardcore e comprem em frasco, eu perdoo-vos);
# 1 colher de chá de alho esmagado (também há em frasco, só para que fique dito!);
# folhas de manjericão a gosto;
# sumo de limão (a gosto, também);
# sal e pimenta;
# azeite. 

Preparação: 

Cortem a mozzarella em cubos pequenos e reservem numa tigela ou taça média. Cortem as ameixas às tirinhas e depois aos quadradinhos e juntem ao queijo, assim como as colheres de pesto e de alho. Desfaçam as folhas de manjericão com as mãos e juntem à mistura, finalizando com umas gotas de sumo de limão. Misturem tudo enquanto dançam pela cozinha (não funciona se não dançarem). 

Cubram a tábua (ou a superfície que vos der na gana) com película aderente e ponham o bife de frango sobre a mesma. Se for demasiado grosso, podem aproveitar um bocadinho de terapia grátis e dar-lhe umas marteladas. Não sejam violentos — é só para garantir que o bife tem uma grossura mais ou menos igual por todo, de forma a que cozinhe como deve ser. Temperem levemente com sal e pimenta (lembrem-se do recheio e do sabor que traz por aí)!

Coloquem o recheio no meio do bife, de forma a que seja possível enrolá-lo. Quando estiverem satisfeitos com a quantidade, usem a folha de película aderente para enrolar o bife sobre si mesmo e fechá-lo, a usar tanto plástico que se vão sentir como o Homem-Aranha com esteróides. No final, devem conseguir enrolar os lados e ter a carne apertada e tensa, quase como uma salsicha. apertem os lados do plástico com nós, para evitar que a roulade se desfaça na água da cozedura. 

Ponham uma panela pequena no lume e quando ferver, coloquem as roulades no interior. Deixem cozer por 18-20 minutos (sempre a ver se elas estão cobertas com água). Retirem da água e do plástico quando o tempo acabar, e caso desejem servir imediatamente, passem para uma sertã com azeite para dourar a carne de todos os lados. 

Sirvam com salada. Ou arroz. Ou batatas. O que quer que vos ponha contentes, sim?


No comments:

Post a Comment